Indígenas resistem ao governo federal

Por Márcia Baratto
“A América não foi descoberta, foi invadida” (JENNINGS, 1975). Essa clássica afirmação foi feita para demonstrar a perspectiva dos povos indígenas sobre o estabelecimento dos europeus em terras norte-americanas e denunciar a ideologia do descobrimento, de efeitos nefastos para o reconhecimento dos indígenas e seus povos como sujeitos históricos.

Reforma da Previdência e trabalhista: insegurança e vulnerabilidade

Por José Dari Krein
A contrarreforma da previdência social em debate na sociedade e em tramitação no Congresso Nacional, em 2019, está articulada a outras mudanças no marco regulatório da proteção social, especialmente a trabalhista de 2017. Trata-se de reformas que apresentam como base a tese de que pessoas busquem a sua sustentação e segurança futura por meio da concorrência no mercado, sujeitando-se às imprevisibilidades dos ciclos econômicos.

Trump e a América Latina. Tempos de Doutrina Monroe

Por Luis Fernando Ayerbe
Assim que assume o governo norte-americano em janeiro de 2017, Donald Trump inicia uma ofensiva internacional em que busca distanciar o país do engajamento com aliados e distensão com adversários que pautou a administração de Barack Obama: saída da Parceria Transpacífico de Cooperação Econômica e do acordo de Paris sobre mudança climática, rompimento unilateral do acordo nuclear com Irã, envolvendo os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e a Alemanha, com retomada das sanções ao país, guerra comercial contra a China pela imposição de restrições à importação de produtos.

Relato de Evento – As eleições de 2018 e o futuro da democracia no Brasil

Em 12 de maio de 2019, no auditório da Fundação Escola de Sociologia e Política (FESP), ocorreu o seminário “As eleições de 2018 e o futuro da democracia no Brasil”, organizado pelo Centro de Estudos da Cultura Contemporânea (CEDEC) em parceria com a FESP, com o programa de pós-graduação em Relações Internacionais San Thiago Dantas (Unicamp/Unesp/PUC-SP) e com o Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais (IPPRI – Unesp).

Resenha de: BOITO JR., Armando. Reforma e crise política no Brasil: os conflitos de classe nos governos do PT. Campinas: Editora da Unicamp/São Paulo: Editora Unesp, 2018.

Por Daniela Costanzo
Dentre os diversos esforços intelectuais recentes para compreender a última crise econômica e política que levou ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff, encontra-se o livro Reforma e crise política no Brasil: os conflitos de classe nos governos do PT, de Armando Boito Jr.

1 4 5 6 7 8 10