Bolsonaro e as redes sociais: nas eleições e depois

Por Alexandre Arns Gonzales
Álvaro Okura de Almeida
Rafael Sanches
Thatiane Oliveira Moreira

– Ainda levaremos alguns anos para reconstruir os processos de mobilização social que, juntos e desordenadamente, resultaram na eleição de Jair Bolsonaro (PSL). Podemos aventar uma série de hipóteses e variáveis políticas e sociais como possíveis explicações para a improvável vitória do deputado sabidamente racista, machista e apoiador da ditadura.

Tempos de Crise

Por Natália Mello
Durante as eleições presidenciais no Brasil, em 2018, o livro mais vendido pela Amazon brasileira foi “Como as Democracias Morrem” dos norte-americanos Steven Levitsky e Daniel Ziblat. Trata-se de uma obra recém-lançada de dois cientistas políticos da Universidade de Harvard, acostumados ao estudo do declínio e quebra da democracia em diferentes países, mas agora estarrecidos por perceberem que os sinais habituais de corrosão do regime democrático despontavam nos Estados Unidos, um país reconhecido por ter um sistema inteiramente consolidado.

1 13 14 15 16 17 19