No Brasil, vidas negras não importam: discursos sobre a violência policial na Câmara dos Deputados

Por Igor Novaes Lins
O diagnóstico sobre letalidade policial e seu viés racial é apontado por inúmeras pesquisas. O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, por exemplo, registrou que 79,1% das pessoas mortas em intervenções policiais eram pretas e pardas em 2020 – o maior número da série histórica.

A “Nova Reforma Trabalhista” e seus impactos no combate ao trabalho escravo

Encontra-se atualmente em discussão no Senado Federal o Projeto de Lei de Conversão (PLV) nº 17/2021, a “Nova Reforma Trabalhista” de autoria do Deputado Federal Christino Aureo (PP/RJ), que tem como objetivo transformar em lei a Medida Provisória (MP) nº 1.045 de 28 de abril de 2021, que está prestes a vencer.

O parecer técnico e a técnica da política: discussão sobre o Marco temporal

Pedro Pulzatto Peruzzo[1] Vinicius Gomes Casalino[2] O STF poderá decidir, hoje, no RE nº 1.017.365/SC, a tese do marco temporal para a demarcação de terras indígenas. Nos termos da petição nº 81305/2021, juntada ao recurso em questão, o jurista Lênio Streck redigiu um parecer para o caso a pedido da Associação Brasileira dos Produtores de … Ler mais

As instituições democráticas estão funcionando ou estão em processo de erosão?

Por Ivo Coser
Um espectro ronda a política e a ciência política brasileira indagando: as instituições democráticas estão funcionando? Ressalta-se o qualificativo de “democráticas”, porque instituições, por definição, como bem lembrou Bruno Wanderley Reis, sempre funcionam. Duas respostas disputam nossas mentes e corações.

Resenha de: FERNANDES, Sabrina. Sintomas Mórbidos: A Encruzilhada da Esquerda Brasileira. São Paulo: Autonomia Literária, 2019.

Por Renan Somogyi Rodrigues da Silva
O livro da socióloga e influenciadora digital Sabrina Fernandes objetiva interpretar a crise estabelecida dentro do âmbito da esquerda brasileira e suas consequências, tais como o enfraquecimento de seus partidos e a inexorável ascensão da direita ao poder.

As ruas foram às urnas? O partido Pachakutik nas eleições de 2021 no Equador

Por Ana Carolina Vaz-Silva
A última grande agenda de protestos no Equador teve seu início em 3 de outubro de 2019, a partir da convocatória de greve geral, puxada pelo Sindicato de Trabalhadores de Transportes, contra uma série de medidas de austeridade econômica adotadas pelo governo do então presidente Lenin Moreno.